Quinta, 21 Setembro 2017
Fale com a gente! 18 3302-3444 / contato@jornalvozdaterra.com.br

NOTÍCIA

12/07/2017

Vereadores se reúnem com o diretor de trânsito para discutir multas na cidade

Multas


Vereadores se reúnem com o diretor de trânsito para discutir multas na cidade

Aconteceu na última sexta-feira, dia 07, uma reunião entre os vereadores da Câmara Municipal e o diretor do Departamento de Trânsito de Assis, Leonardo Godói Palma, sobre a divulgação do aumento de autuações dos condutores assisenses nos primeiros cinco meses do ano.

Segundo o diretor, no início do ano o departamento participou de uma reunião em São Paulo em que Assis foi apontada como a cidade com o maior índice de mortes no trânsito, num ranking da ONU – Organização das Nações Unidas com cidades de até 100 mil habitantes.

Com isso, o município foi inserido no Programa Movimento Paulista, do Governo do Estado, que busca diminuir essas estatísticas intensificando a fiscalização no trânsito nessas cidades e propondo atividades educativas à população. Para esse programa, Assis recebeu cerca de R$ 737 mil reais para a realização de educação no trânsito, engenharia de tráfego, fiscalização, entre outras atividades.

Godói afirma que não existe uma “fábrica de multas” em Assis e que as autuações são resultados de infrações cometidas pelos assisenses. “Se sairmos agora pelas ruas da cidade, perceberemos várias infrações. A fiscalização foi intensificada para coibir os excessos, infelizmente, a população se conscientiza do erro quando a multa chega a sua residência”, diz o diretor DTA.

As principais infrações que foram identificadas em Assis são para o avanço no sinal vermelho, o não uso de cinto de segurança, dirigir ao celular e o estacionamento rotativo (zona azul).

O diretor do Departamento de Trânsito explicou que os agentes de fiscalização não recebem comissão por multa aplicada no município e que as irregularidades apontadas pelos munícipes serão investigadas pelo executivo. Ele disse, ainda, que as multas não são tributos fiscais e que a soma das autuações não chegou aos cofres públicos em sua totalidade por haver a possibilidade de recursos nas multas. “O objetivo do nosso trabalho é a preservação da vida humana”, ressalta Godói.

Para o presidente da Câmara, Valmir Dionizio, a reunião foi esclarecedora já que muitos vereadores foram procurados pelos munícipes, principalmente pelas redes sociais, reclamando de situações abusivas de multas em Assis.

“Estamos satisfeitos com as informações apresentadas pelo departamento e iremos aguardar os desdobramentos desses casos isolados, já que nenhuma denúncia ou recurso foram formalizados no órgão responsável, de acordo com o Godói. Mas, a Câmara Municipal continuará cobrando o aprimoramento dos agentes de fiscalização por meio de treinamentos e orientação com o intuito de melhorarem seu trabalho no trânsito”, diz Valmir Dionizio.

Participaram da reunião com o diretor do Departamento de Trânsito, Leonardo Godói Palma, além do presidente da Câmara, Sargento Valmir Dionizio, os vereadores Chico Panela, Vinícius Simili, Roque Vinícius, Professora Dedé, Gordinho da farmácia, André Borracha e Bigode.

Compartilhe: