Terça-feira, 11 Maio 2021
Fale com a gente! (18) 3022-2303

NOTÍCIA

06/04/2017

Cruzália recebe palestra do Amor Exigente

PREVENÇÃO ÀS DROGAS


Cruzália recebe palestra do Amor Exigente

O município de Cruzália, administrada pelo prefeito José Roberto Cirino, através do Departamento Municipal de Assistência Social comandado pela diretora Márcia Regina da Silva, convidou o presidente do Legislativo de Assis, Valmir Dionizio - voluntário do Amor-Exigente em Assis - para ministrar uma palestra naquela cidade.

No dia 29 de março, aproximadamente 80 alunos do ensino médio, devidamente autorizados pela diretora Rita de Cássia, tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre "Como Se Prevenir ao Uso das Drogas Lícitas e Ilícitas" e esclarecerem todas as suas dúvidas. O evento aconteceu no Centro de Convivência do Idoso.

O convite partiu da Assistente Social Clara Lidia Souza e da Equipe Gestora do CRAS de Cruzália, "Os jovens acompanharam a palestra demonstrando bastante interesse. Isso nos mostra a importância desse tipo de ação preventiva", conclui Clara Lidia.

O palestrante já esteve presente em Cruzália outras vezes. Agora, ele ressaltou a importância da prevenção e do livre arbítrio, pois muitas crianças e adolescentes têm os primeiros contatos com substâncias por curiosidade e desconhecem o poder de dependência que elas causam.  A escola desenvolve diversas atividades preventivas e se preocupa com o bem-estar dos seus alunos.

Aproximadamente 80 alunos receberam informações sobre qualidade de vida, importância da família, alimentação saudável, valor da amizade, a importância do esporte e a busca pela felicidade. Entretanto, Valmir Dionizio esclareceu aos estudantes  que tudo isso pode ser perdido pelos vícios. E que a falta de conhecimento influi muito na experimentação precoce do álcool e do tabaco. Daí para usar inalantes, maconha e outras drogas é um pulo.

Muitos jovens, para serem pertencidos a um determinado "grupo", optam por usar drogas junto com os "colegas". Outros usam para preencher algum vazio existencial, por exemplo, a falta de espiritualidade, e ainda outros usam por diversos motivos, entre eles desarmonia familiar (lar desestruturado).

Ao encerrar, Valmir Dionizio enfatiza que "o risco do uso do Crack, que hoje é uma das piores drogas no país, que tem dizimado famílias, e encaminhado muitos jovens para uma vida desregrada, no crime, com internações na Fundação Casa, e adultos para as Penitenciárias. O crack tem um alto poder viciante, e pode deixar a pessoa dependente após a primeira experimentação (a primeira pedra). E com isso, o dependente do crack, se torna um verdadeiro zumbi urbano, e para conseguir alimentar seu vício, não mede consequências, ficando muitas vezes agressivo - até mesmo com familiares - partindo inevitavelmente para os furtos e roubos a fim de comprar mais "pedras".".

A possível solução para reinserção social do dependente químico viciado em crack passa por uma desintoxicação e por uma vontade própria de querer parar de usar, e ainda um tratamento médico psiquiátrico e psicológico, aliado a uma forte espiritualidade e afastamento de locais "risco" e pessoas que fazem uso.  Durante a palestra, o voluntário do Amor-exigente, João Lucio Messias, contribuiu com uma intervenção sobre o tema.

Compartilhe: