Quinta-feira, 15 Novembro 2018
Fale com a gente! (18) 3022-2303

NOTÍCIA

08/02/2018

CART realiza treinamento sobre identificação, resgate e manejo de animais silvestres na rodovia

CART


CART realiza treinamento sobre identificação, resgate e manejo de animais silvestres na rodovia

A fim de garantir segurança dos usuários e reduzir os impactos ambientais no trecho sob sua concessão, a CART – Concessionária Auto Raposo Tavares realiza um treinamento para o aperfeiçoamento de técnicas de identificação, registro, contenção, manejo, resgate e destinação adequada da fauna encontrada na rodovia. Participam do curso 64 operadores viários, os profissionais responsáveis pela realização da inspeção na rodovia e, quando necessário, pela prestação de atendimento aos usuários.

Iniciadas em janeiro, e ministradas por profissionais habilitados junto ao IBAMA e ao Departamento de Fauna da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, as aulas acontecem dentro dos padrões de proteção à fauna e da legislação para a utilização de animais vivos e contam com jiboias, araras e quatis para as simulações de contenção e remoção das espécies. Além disso, os operadores recebem informações sobre a biodiversidade existente no trecho administrado pela concessionária e a importância no registro das ocorrências, que auxiliam na mitigação dos impactos ambientais, uma das premissas no trabalho de responsabilidade ambiental da Concessionária.

“Os operadores viários são parte importante do processo de mitigação de atropelamento de fauna no Corredor Raposo Tavares. Eles auxiliam na composição de um banco de dados que vai identificar espécies e pontos de maior incidência de ocorrências. É com base nestas informações que a CART estrutura o seu plano de mitigação de atropelamentos de fauna”, reforça Osnir Giacon, Gerente de Meio Ambiente.

As informações colhidas pelos operadores são repassadas diariamente ao CCO – Centro de Controle Operacional da CART. Desta forma, são executadas ações, como por exemplo, o reforço na sinalização, redução de velocidade onde há maior presença de animais, instalação de passagens de fauna, cercas de condução, adaptação de drenagens e conscientização dos usuários.

“O treinamento foi direcionado à equipe de operadores viários pois são estes profissionais que terão o primeiro contato com os animais na rodovia. O aperfeiçoamento destes registros e o correto procedimento para resgate e soltura dos animais garantem mais chances de preservação da fauna. São estes colaboradores que darão o feedback sobre o cenário de preservação ao meio ambiente”, destaca a bióloga e orientadora da Via Fauna, Fernanda Abra, que atua na área de ecologia das estradas em parceria com a CART.

A segurança e a proteção individual dos inspetores também são assuntos abordados como a utilização de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) – luvas, botas, entre outros. Os instrumentos para a captura e a forma de manejo das espécies também foi salientada, como o gancho e o pinção – no caso dos répteis; cambão ou laço para mamíferos; caixas para transporte de animais – como aves, animais de pequeno e médio porte; e a maneira correta como cada espécie se comporta ao adentrar no ambiente da rodovia.

Aperfeiçoamento

Leandro Henrique de Oliveira, que é operador viário e atua na região de Santa Cruz do Rio Pardo, conta que já vivenciou algumas situações que foram citadas no treinamento e que as orientações repassadas irão auxiliar ainda mais o trabalho. “O treinamento foi muito proveitoso porque simulou várias situações que acontecem no nosso dia a dia. Com o conhecimento adicional adquirido aqui, é possível colocar em prática procedimentos de manejo importantes para a nossa segurança e dos animais também”, frisa.

“O curso foi excelente principalmente na questão da segurança. Eu já vivi uma situação com a captura de uma cobra e também com animais maiores, que exigem mais cuidado. Aqui reforçamos algumas técnicas para melhorar ainda mais o nosso trabalho na rodovia”, destaca Claudemir Donizete Gonçalves que atua no trecho entre os municípios de Palmital e Ourinhos.

Compromisso ambiental

A CART monitora o atendimento às legislações ambientais aplicáveis em todos os processos, na execução das suas obras, na operação das rodovias e adota práticas sustentáveis.

No Corredor CART, o programa de mitigação de atropelamento de fauna atingiu resultado acima do indicado pela literatura científica. Em um trecho de 71 km de malha rodoviária, que compreende o trecho entre Maracaí e Regente Feijó, houve redução de 72% no índice de atropelamentos de animais silvestres, mesmo com a duplicação da pista e aumento do volume de veículos passantes. Considerando apenas os pontos críticos de atropelamento mapeados nesse segmento, o índice de redução atingiu 86%. A literatura científica indica que pontos tratados representam entre 79% e 97% de redução. Um trabalho que envolve, além da implantação da estrutura de passagens de fauna, monitoramento constante.

Sobre a CART:

 A CART, uma empresa Invepar Rodovias, administra o Corredor CART, que é formado pelas rodovias SP-225 João Baptista Cabral Rennó, SP-327 Orlando Quagliatto e SP-270 Raposo Tavares, no total de 834 quilômetros entre Presidente Epitácio e Bauru, sendo 444 no eixo principal e 390 quilômetros de vicinais. A segurança dos usuários é um compromisso da Concessionária. A CART está entre as 10 melhores Concessionárias de Rodovias do Estado de SP, ocupando a sexta posição no ranking divulgado pela ARTESP – Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo que regulamenta e fiscaliza o Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo.

Compartilhe: