Quarta-feira, 19 Setembro 2018
Fale com a gente! (18) 3022-2303

NOTÍCIA

03/05/2018

Linha férrea de Assis tem 1,5 km revitalizado

Obras


Linha férrea de Assis tem 1,5 km revitalizado

Em uma atitude arrojada e visando o bem social, além de implantar melhorias no sistema viário da cidade e no fomento econômico, entre outros projetos, o prefeito José Fernandes baixou decreto de utilidade pública para fins de desapropriando duas áreas da ALL, em Assis, de propriedade da Ferrovia Paulista S/A e Sucessores.

Para o prefeito, a desativação da FEPASA é um ato lamentável, e, mediante a impossibilidade de retomada de serviços, é fundamental que se crie alternativas e aproveitamento de espaço para implantar melhorias no local, tais como no sistema viário, projetos de reurbanização e revitalização, execução de projetos sociais, culturais, educacionais e de fomento econômico, além de atender ao clamor da população de revitalização da extensão da via férrea, considerando-se os  critérios e normas de utilização que devem ser editados de forma a manter sua conservação e destinação.

O Decreto, de número 7.546, de 26 de abril deste ano, preconiza a necessidade de estabelecer um plano de ação para o trecho urbano da ferrovia, conforme Plano Diretor do Município de Assis, visto que a malha viária da cidade é segmentada pela via férrea em diversos trechos, principalmente na área central. A revitalização opta por vias periféricas com tráfego de veículos e interligação às vias internas da cidade por vias de pedestres e qualquer tipo de veículo.

“No trajeto, de 1.500 metros de extensão, há trechos que podem ser aproveitados para implantação de áreas de convívio social, trazendo mais beleza, segurança e qualidade de vida para a população. Nós temos a coragem e a sensibilidade de criar projetos e este é um dos projetos que prometemos em campanha e a área será desapropriada, seja por via amigável ou judicial, e nós vamos revitalizar a área. Nós queremos uma cidade prática, segura e moderna. Uma cidade melhor em todos os aspectos. Por isso estamos fazendo essa desapropriação”, considera o prefeito José Fernandes.

Compartilhe: